segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

A última vez que usei saia na faculdade

Eu amo essa saia, mas ela é da C&A e um tanto fuleira pra ser usada fora do ambiente familiar, então nunca tive grande costume de usá-la pra sair. Hoje me empolguei no look e peguei o ônibus me sentindo bonita. Quando desci já recebi o primeiro tapa na cara. (Tem também uma história envolvendo um pano de chão que curiosamente tinha formato de saia e eu.) Essa é a minha rotina. Não, eu não sei como eu aguento esses meninos. Eu amo grávidas. Se um dia tive vontade imensa de ser mãe, hoje tenho pavor de engravidar cedo e perder a vida, então fico só admirando as barrigas. Tenho dois ou três vestidos com um corte meigo que dá a leve impressão de que eu estou grávida, e os meninos sempre mangam ("vestido de grávida"). Essas férias, depois de muito tempo sem nos vermos, fui pro PET com um vestido inteiramente não-grávida. Por acaso o papo do vestido de grávida veio à tona e comentaram: "E esse não é o vestido não?" "Não, né!" "E o que me diz dessa barriguinha aquiiiii?" Aí eu ajeitei a postura. Como já bem definiram: "Só tem gente mansa nesse PET!"
Fiquei um tempão estatelada no chão antes de criar coragem, morrendo de rir (junto com todos ao meu redor, rir para não chorar). Fizeram parede pra mim e acho que consegui não dar brecha.

P.S.: Taís Araújo está grávida de cinco meses e eu estou torcendo pro bebê dela nascer prematuro, que aí cai perto do meu aniversário!!!!!!
P.P.S.: Talvez o quadrinho tenha ficado um pouco confuso. Peço desculpas, mas estou abandonando os padrões e entrando numa fase mais experimental. É inevitável, a desorganização me chama.

Um comentário:

Isa disse...

ahhh ontem eu fui de vestido pra ufu.. deu tudo certo, ainda bem. tirando a parte que a marca das cadeiras do laboratorio de desenho ficou nas minhas pernas.

e a parte que venta forte e tem que ficar segurando

e a parte que sua bem mais nas pernas de vestido do que o normal

e a parte de passar na roleta e ela levantar o vestido.

no mais deu tudo certo :P