terça-feira, 3 de novembro de 2009

Boca fechada não entra mosca

Aiaiai, ok, oficialmente retiro tudo o que eu disse no post passado. Novembro é mês de NaNoWriMo (participem! participem!), ou seja, ralar para escrever diariamente 1 666 palavras e lucrar ao final de 30 dias um romance de 50 000. Ano passado eu tentei e empaquei nas vinte mil, mas também o vestibular não ajudou na motivação. Esse ano, mesmo depois de muito tempo parada na escrita, há meses sem ter vontade de criar histórias e ainda com horrores de ausências no blog, respirei fundo e encarei o desafio.
Só que eu não sei se desaprendi a escrever (muito possível!) ou se eu sempre fui prolixa assim. Por que eu simplesmente não tenho conseguido organizar minhas ideias! E, por mais malucos que os parágrafos acabem, não me sinto nem um pouco tentada a mudar o estilo. Só de passar os olhos no que acabei de escrever, já sinto desgosto. Até esse post está ficando incrivelmente pseudocult. Mas o plano vai ficar, e esse ano eu serei vitoriosa!
Para encher um pouco de linguiça, um parágrafo do que eu consegui inventar (nada necessariamente decente).
O plano inicial era apesar assistir um filme, passar o tempo em algum lugar que não fosse a praia, porque, se a família fosse tomar mais sol do que já vinha tomando, era capaz de o bronzeado virar torrado. Assistiram, comeram todos juntos um lanchinho infantil que vinha com lembracinha – Mas eu quero o roooosa, disse Manu – e porque não dar uma passada na livraria? Mas aconteceu como acontece de acontecer, se perderam na modernidade polida e brilhante do lugar, e acabaram na Toca do Noel. Tente imaginar um monte de luzinhas de natal decorando um saco de bolas de gude. Pegue duas bolinhas e estes foram os olhos de Manu.
(Ainda tenho que tomar vergonha na cara e responder uns comentários, não sei mais o que é isso há um bom tempo. Mas amo todos vocês!)

4 comentários:

Sofia A. disse...

que legal o desafio, nunca tinha ouvido falar!
Faço votos de que consiga chegar lá! Vai consgeuir sim!
Um beeijo!

raquel disse...

nanowrimo só me lembra de você falando sobre o 'perca um livro' e sobre o menindo "normal" da foto da uvc com as meias desiguais.
isso foi no segundo ano? ou foi no primeiro? só lembro de ter rido muito, muito, muito. (principalmente por causa do garoto da foto)
bons tempos.

Lusinha disse...

Boa sorte!
Bjitos!

Anna disse...

No comecinho do mês li sua twittada a respeito desse projeto e confesso que fiquei tentada, mas nem resolvi começar. Tenho uma dificuldade absurda de criar grandes histórias, o máximo que eu consigo é uma folha e só. Criar miolos. Pra mim fazer começos, introduções, levar tudo pra um fim é muito, muito díficil.
beijos