domingo, 25 de novembro de 2007

Sobre o meu futuro

Terminei meu segundo ano do Ensino Médio e agora sou uma pré-pré-vestibulanda, ou talvez até possa me considerar uma pré-vestibulanda.
O que é assustador.
Outro dia um professor de barriga enfatizada pelo cinto no umbigo apareceu na minha sala e chamou alguns alunos para conversar sobre a turma preparatória para o ITA do meu colégio. Eu fui. Não sei o que quero da minha vida, quais faculdades prestar, que curso escolher, o que comer no jantar, então decidi, numa daquelas madrugadas sonâmbulas pensativas, que enquanto decidia daria meu máximo no meu terceiro ano.
Então. Fui até a sala e pasmei quando percebi que o professor Barriga havia até instalado um DataShow para detalhar a apresentação da turma.
Os primeiros 30 minutos foram agradavelmente preenchidos com uma doce descrição da criação da Primeira Turma do ITA no Nordeste pelo Barriga. Mais 10 minutos foram gastos com a lista dos alunos da turma que tinham sido aprovados no ITA, no IME, etc, etc. Nos dez minutos finais a apresentação possuiu três clímax.
O primeiro foi com uma magnífica foto de uma celebridade ilustre que antigos alunos da turma do ITA (agora alunos do ITA, hã...) tiveram a oportunidade de conhecer. O Orkut, o cara que inventou o Orkut.
(O que raios ele tava fazendo lá?)
O segundo foi fruto da nossa atual sociedade pop. O Barriga falou "Mas, Barriga, e se eu não me der bem na turma do ITA e quiser sair? E aí?" e deu uma pausa tenebrosa. Logo completou: "Não tem problema!!! PEDE PRÁ SAIR!!!" A turma delirou com o mais novo bordão do Brasil.
O terceiro e último (e melhor), foi quando o professor disse que mostraria fotos dos alunos na sala de aula, porque ele queria "mostrar que os nossos alunos são como quaisquer outros! Eles não são loucos, são normais! Como qualquer um de vocês!" Após algumas fotos em sala de aula nas quais os alunos faziam movimentos misteriosos com os dedos, ele mostrou a foto:
Duas fileiras de alunos, como que após um jogo, fazendo pose para a câmera e sorrisos maníacos. Normal.
Até seu olho desviar para o canto inferior direito.
Ali havia um aluno. Cabelo tendendo a black power. Sorriso maníaco. E nos pés: uma meia branca até a canela e havaianas.
É isso que eu quero para o meu futuro?

2 comentários:

Irena disse...

Por isso que eu não sou inteligente! HAHAHAHA :D
Uma vez fui a uma festa num boliche e como é de se esperar, tava todo mundo de calça jeans e camiseta, aí chega um colega de classe, que já era zuado pelo simples fato de existir, com um caça social na cintura presa com um cinto preto lustroso, sendo que sua blusa de manga longa estava enfiada por debaixo delas. Naquele momento eu temi por ele, de verdade, afinal estudantes do colegial podem ser terríveis.

waiting disse...

É você mesmo? *a que não passa bem com mudanças assim* x.x é ridiculo, eu sei.
Não sabia que você é do Ceará, bem aqui vizinho. (Oi, eu sou do Rio Grande do Norte ;P) Que maassa *.*
E você vai fazer o pré, próximo anoo? Eu tambéém \o\ ok, você já sabia dessa, mas eu não :B

O 'Pede pra sair' foi ótimo. iauhasuiahs.
Ei, eu tenho um código pra tirar a barrinha do blogspot, se você quiser... (eu odiava ela)

Ps: as sim, eu quero medicina mesmo mesmo, não é falta de opção :D
;* beijos