quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Para ler todo o gibi que eu quisesse

Ainda criança, dois empregos a que eu aspirava era caixa de supermercado e taxista. Eu não me sentia bonita para ser modelo, não me interessava por música a ponto de cantar nem queria descolorir o cabelo pra virar apresentadora de TV, então ia admirando o que eu via todo dia: que tal então um trabalho que era passear pela cidade?
Me desestimularam dizendo que, num táxi, eu não ia agüentar o calor do meio-dia. Tentando ser realista e prática, decidi ser dona de banca de revistas.

3 comentários:

Denys disse...

Hey hey hey! Que história é essa?! Esse é o meu sonho!

Meus 3 principais sonhos em se tratando de capitalismo:

- Montar meu próprio negócio e ir bem nele (que no caso será uma sorveteria)

- Ser dono de uma banca de jornal (quando menor essa banca era no Japão, mas tirei essa parte)

- Criar meu próprio colégio

Não me copie ò_o

Rayana disse...

Essa foi a melhor idéia que eu já vi (ou li?) alguém ter.

adivinhaquemé disse...

... que banca o quê! Livraria! Porque tem revistas e... ooh... livros!