domingo, 27 de março de 2011

Girls, galáxias e faça-você-mesmo

A faculdade continua maravilhosa, muito obrigada! Vocês têm que me perdoar pela minha extrema felicidade dos últimos meses, mas acontece que eu estou consciente de estar vivendo a melhor época da minha vida. Acabou toda aquela eterna dúvida, a rasíssima auto-estima, o monte de rabos de cavalo. Não me lembro a última vez que amarrei o cabelo pra ir pra faculdade! (Olha, no Ensino Fundamental os meninos roubavam minhas ligas para eu sair de cabelo solto nas fotos grupais! Eu ficava extremamente fula!) A gente vai se encontrando, enfim. (Já não era sem tempo!)
Junto a faculdade engredou em marcha 4, com cadeiras loucamente fascinantes (vivavivaviva retificador de tensão, vivaviva Lei de Gauss!), que só me fazem pensar: mas foi por isso que eu escolhi esse curso! Em resumo: tenho sido pessoa light que PRECISA de copo de café-com-leite depois do almoço para não ficar pescando na aula da tarde (esse copo inclusive só pode ser feito de ouro, porque o preço aumentou em 400% desde o começo do semestre, e eu quase desmaiei em risadas da última vez que o cara da cantina me falou que tava faltando dinheiro - o riso do desespero).
O francês, que há um ano era o momento mais alegre do dia (muitos gatinhos na turma), hoje se resume a um calo no pé, um apêndice do meu dia. Semana passada foi anormalmente doce, professora distribuiu revistas e a minha tratava justamente do universo. Desde o planetário estou toda fascinanda pela imensidão, só não viro fã porque não tenho tempo de ler nada. E na revista, além de explicar o nascimento e a morte das estrelas, a manchete mais boba: D'où vient l'harmonie des étoiles. Ao longo do texto, frases tontas: "Ces concentrations d'étoiles révèlent toutes une parfaite harmonie, comme si l'effet de la gravitation qui organise leur rapprochement voulait montrer la force invisible de son pouvour." Os cientistas, reconhecendo a beauté das estrelas.
Por último, eu fiz uma história de quadrinhos de uma página que você transforma num livrinho! São duas páginas para imprimir, uma com instruções e outra com a historinha. O nome é Roberto Carpa, e é sobre um peixe de aquário que tem um sonho. (E esse parágrafo tem mais palavras do que toda a história.) Organizei num pdf e coloquei para download. Aproveitem que é de graça, hihihihi!

5 comentários:

Larissa L. disse...

Jana, fico muito feliz por vc estar felizzz!!!!
Espero que permaneça assim!!!
Um beijo grande e ótima semana!
Aliás.. vc precisará traduzir aos pobres ignorantes que não entendem nada de francês!!!

Gabriela O. disse...

Ow! Como eu amo posts e pessoas felizes! :D Espero um dia passar por isso, saber que fiz as escolhas certas e desfrutar delas! Seu blog é muito, muito, muito fofo Jana!
Beijos

Doralete disse...

Janissss, lindis, queria falar com você IHIHIHI mandei mesma mensagem no orkut. Mas bom, ORKUT MEIO TEIAS DE ARANHA, NEM TENHO SEU EMAIL, TAL, vai, vai, como faço?

Gabriela Awbooc disse...

Eu detesto meu curso, tô num desânimo arretado. Tava, na verdade, porque vir aqui e ler esse post me fez um bem danado! Começar a enxergar as coisas boas que acontecem no meio de tudo é preciso, vai ver se eu o fizer também chego ao teu nível de empolgação! HAHAHA Sinceramente obrigada, Jana!

Ah! E ontem mesmo um aluno apresentou um projeto sobre o amor dele pela Astronomia, pelas estrelas e astros. Cara, foi muito interessante!

Que a energia boa continue e que a gente receba mais um pouco dela! :)

Emi disse...

Que bom que bom que boom :D Também ando muito de bem comigo mesma, ainda que não muito de bem com as outras pessoas (?), mas sei lá, me sinto mais bem resolvida... haha

Baixei, agora preciso de uma impressora! mwauehau