domingo, 6 de julho de 2008

Manhã de destruição

Dessa vez tenho um bom motivo para dormir com mamãe! Um excelente!
O meu prédio é consideravelmente antigo. Pra você ter uma idéia, ele tem apenas 7 andares, o azulejo da cozinha é de florzinha e os guarda-roupas vieram embutidos. A questão é que esses mesmos guarda-roupas embutidos estavam aqui até hoje, 2008. O de mamãe já não se agüenta de tanto cupim, a madeira está praticamente oca, e o meu, ah, é um indecente! Sempre de porta aberta.
Mas não mais. Há vinte minutos o marceneiro chegou com sua trupe e essa meia hora tem sido só de violência.
Então!
Para eles poderem vir e quebrar o guarda-roupa numa boa, tivemos que arranjar lugar pras roupas, e ele foi exatamente em cima da minha cama, dentro de caixas. E é aí que entra a nova desculpa pra minha incapacidade de me desligar do útero materno.

3 comentários:

raquel disse...

aah, a história do meu prédio éa mesma que a do seu. mas meu pai só vai trocar os guardas-roupas quando um dia um deles desabar de tantp cupim, pode ter certeza.
faz tanto, mas tanto tempo que eu não durmo com minha mãe que nem sei mais o que é ._______.
e tu conseguiu ajeitar a massa dos cookies? eu quero fazer uns biscoitinhos que eu vi naquele almanaque da mama~e =D
;*

mia disse...

ai gente, eu tenho 16 anos e ainda durmo com a minha mãe aiudhauidhasd patético :P mas ah, a cama dela é melhor, oras .-.
;*

Luisa disse...

Nem sei como você gosta de dormir com sua mãe. Quando eu durmo com a minha, fico me mexendo e me batendo nela. Aí acordo "merda, bati em mamãe", haha. Mas a cama dela é infinitamente melhor que a minha! *-* (quando ela tava viajando, dormi todos os dias lá! haha).

E, sabe, minha mudança tá uma loucuuuuura. Agora mamãe sugeriu que ficássemos no AP do meu padrasto (que tá morando fora, né.) enquanto ela vende a casa e com esse dinheiro reforma o nosso AP. Só que o bairro do apê do meu padrasto é horrível pra pegar ônibus e... caramba, é tudo muito complicado! haha

beeeijo