segunda-feira, 19 de maio de 2008

Por que eu quero ser professora de Física

Como grande maioria das pessoas, eu adoraria fazer algo que ficasse no mundo e o transformasse de alguma forma. Mas, com o meu jeito encabulado de ser, logo percebi que, bem, não nasci para fazer nada em larga escala... Então fui ficando com os obrigadas, os bom dias e as fechadas de torneira e levando enquanto as perspectivas eram poucas.
Esse ano, tempo de decidir afinal o que eu quero do meu futuro, eu percebi que, além do meu enorme desejo de ser mãe, tenho esse outro de ser professora.
Na minha 4ª série era mais uma vontade secreta de planejar aulas e corrigir provas e fazer tabelas coloridas com as notas, mas agora... eu até sinto que só me sentiria completa depois de ensinar umas boas crianças! E isso é um tanto irônico, porque mamãe é professora e eu sempre fiquei reclamando dela não ganhar nada (se bem que a culpa não é exatamente de ela ser professora - já que ela ensina na federal! - e sim do fato de ela... não saber ganhar dinheiro... E pior que acho que eu vou ser meio assim também) e nunca desejei isso para mim. Eu seria rica e teria um apartamento voltado para o nascente, sem dúvidas! Mas infelizmente... perdi minha futilidade. Perdi meu egoísmo e minha futilidade e ganhei uma bela duma consciência, e, é claro, isso é uma droga, principalmente quando eu compreendo o quão babaca eu sou às vezes! (Odeio crescer!)
E ultimamente tenho encarado isso de ser professora como a melhor coisa do mundo, não, não só isso, a melhor profissão do mundo! ("And don't I deserve the best?!") Existe profissão mais edificante que ensinar valores a crianças em formação? (Engenharia, talvez...)
Não vou assoar nariz com nota de cem, e talvez o meu plano de comprar apartamentos na beira da praia até ter um edifício inteiro para poder demoli-lo talvez não role também, mas... é pela felicidade.

P.S.: Ok, isso parece um pouco contraditório em relação a esse post, certo? (Considerando inclusive que ele foi escrito há menos de uma semana...!) Mas, hã, nem tanto assim, viu! Eu estou realmente feliz com minha escolha, o problema é que de vez em quando fico achando que devia escolher outra coisa, só isso.
P.P.S.: E, naturalmente, no meu tempo livre eu serei ilustradora, escritora, atendente de livraria, bibliotecária e também tenho o desejo secreto de ser trocadora de ônibus. (Mas eu acho que seria um grande desrespeito aos meus amigos trocadores, já que eu estaria lá apenas por capricho.)

7 comentários:

Denys disse...

Sim, mas professora de que?

Jana disse...

Se você clicar no segundo link, eu tenho certeza de que a pergunta será respondida... -.-'

*Edit* Ok, mudei o título...!

Irena disse...

Deixa eu te contar que eu bati o olho nesse post e li "And don't I deserve the best?!" e TOTALMENTE já tracei o paralelo com a Bela ea Fera! Não que isso seja lá grandes coisas já que eu já vi esse filme dez mil vezes.
Ma siiim, eu já te disse o que eu acho da situação. E eu acho ser professora uma profissão ultra legal e nada monótona! Você sempre conhece um monte de criança maluca e faz piadinha na sala e fala com os seus outros amigos professores nos intervalos dos tempo de aula! AI, SUPER LEGAL!!! Eu totalmente amaria ser professora de Literatura Infantil (sabia que isso existe?) e montar uma livraria só com infanto-juvenis lindos e HQs européias! Só que esse é o meu plano C.
E acredita Janelídia eu totalmente sei como é querer ser uma coisa mas achar que deveria querer outra! Mas tenho procurado não pensar muito nisso.
E nem tem graça assoar nariz com nota e cem. O mais legal é quando você recebe uma e diz:
"Ai, José, nem sabia que isso ainda existia!".

Luh disse...

Olha, Jana, por mais que eu ache a matéria física uma loucura, você deve fazer o que te deixa feliz, sabe? Se fosse por dinheiro, eu também não faria jornalismo. Afinal, todo mundo diz que não dá futuro e que só tem mercado para poucos, praticamente me chamando de incapaz. Enfim.

fico feliz por tu ter te decidido! beeijo. (ao menos vais fazer teu prof. de física feliz. o meu é louco pra que algum de nós faça física, haha)

Luh disse...

Não, Fred não tem que ver com ônibus! haha.
beeijo.

Amanda disse...

Minha mãe também é prof de escola federal (cefet) e eu acho que a gente tem que faz o que nos deixa bem :*

Alice disse...

eu tenho pavor a fisica e maths!
mas...