segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Infância I

Essa história do remédio é provavelmente uma das favoritas da minha infância, junto com lembranças do tempo em que eu vivi num sítio e nós levávamos as cadeiras da varanda para a grama, ficávamos num roda e conversávamos sobre os mais diversos assuntos, piadas de baixo calão que eu não entendia mas ainda morria de rir e histórias de um amigo de um amigo meu.
E curiosamente, enquanto eu posto um resumo dos mais resumidos da minha infância com medo de um belo dia me esquecer dela, eu estou aqui reconhecendo minha adolescência tardia: pregando pôsteres de filmes na parede do quarto na raça e na coragem, falando pelas costas a torto e a direito e desistindo da escola, só que, ei!, a segunda fase do vestibular é esse fim de semana aí, eu vou ter ainda outras provas ao longo da semana e a minha colocação nem foi tão maravilhosa assim – até os professores mais desmiolados e superficiais que vieram me perguntar ficaram claramente desapontados.

7 comentários:

Patricia disse...

Boa sorte no vestibular e embora a infância comece a parecer uma fase distante em sua vida, sempre estará presente na memória....não dá pra esquecer.
Quanto aos professores....fazem parte do processo...rs
Bjoooo

Anna disse...

Haha, adorei, Jana! Sempre rolam umas invenções malucas nos condomínios. Eu lembro uma vez que quando tinha 10 anos estava aprendendo sobre reciclagem e decidi bater de porta em porta com uma amiga pedindo materiais recicláveis e arrumei briga com uma moradora que era dona de uma cooperativa de reciclagem. Eu roubei todo o lixo da mulher, haha!
Beijos

Nanda disse...

Oi Jana, entrei no seu blog pq gostei do nome.. lembra o nome do meu! auheuahueha
aí li a sua historinha e ri horrores, então, acho que tinha que comentar neh?
Como vc faz elas? Primeiro no papel e scanneia ou tudo no computador? Desculpa a burrice.. uaheuhauha
Bom, de qualquer forma, vou voltar sempre que der pra ouvir mais historinhas.. beijao!

Alice Désirée disse...

Isso me faz lembrar da época em q eu assistia Sai de Baixo e não entendia nada mas mesmo assim adorava e caía na gargalhada! rsrs..
Tô com blog novo e gostaria q vc fosse lá!
Bjs!!
=1

Anna disse...

Alguns amigos vão comigo, Jana, mas ainda assim tem aqueles que vão ficar e meus professores amados. Minha escola tem médio sim, mas meus pais não confiam muito e também não tem um bom histórico de aprovação pra Medicina que é o que eu quero, por isso estou mudando. Uma pena =/
Beijos

Booperfly disse...

Oi, Jana,
Vim conhecer teu blog e gostei demais.
Tb tenho altas histórias da minha infância em condomínio...na verdade, qdo eu ia visitar minha vó nas férias.
Bjos,
Paulinha
http://booperfly.fairy-tales.com.br/

*Lusinha* disse...

Carimba aqui é queimada. Achei legal o nome ser carimba. ;)
Mas a mulher foi uma graça com você. Mesmo que não fosse verdade, qual é o mal em alimentar o sonho de uma criança?
Bjitos!