sexta-feira, 11 de abril de 2008

Paixonite no ônibus

Passei a catraca com montes de coisas na mão e parei em frente a uma cadeira qualquer para me ajeitar... Aproveitei e apoiei o guarda-chuva num cantinho.
- Ah, deixa que eu seguro!
- Oh, hã... - Vergoooonha! - Bem, hihi, obrigada...
Coradinha eu enfiei o livro que segurava na mochila.
- Quer que eu segure a mochila também?
- Oh, hum... Ok, 'brigada...!
E não consegui mais olhar para o rosto dele.

Afinal, por que raios só caras bizarros me abordam do nada e pedem meu e-mail e não garotos cool que se oferecem para segurar minhas coisas e se parecem com o Fred de Harry Potter?! (Ou com o George, tanto faz!)

5 comentários:

Gaba disse...

só caras estranhos me perseguem também. incrível! hahaha!
mas querer um fred ou um george é pensar alto...ruivinhos bonitos são difíceis de encontrar! digo isso porque tem muitos ruivos na minha escola (pra uma escola, er) e nenhum é gracinha! XD (eu sei que não precisa ser necessariamente ruivo, mas tá...)

Luh disse...

AAAAAAAAH, eu tenho uma paixonite de ônibus que ERA constante, mas aí nossos horários começaram a não se encontrar e nunca mais o vi.
Acho que ao invés da frase ser "quem não bebe não tem história", devia ser "quem não anda de ônibus não tem história" haha.
beeijo

Irena disse...

Acho que porque pra achar um Fred ou um George você teria que ir pra Inglaterra!
Mas é melhor uma paixonite de ônibus não tão glamurosa do que nenhuma. TENTE PENSAR PELO LADO POSITIVO!

gabi disse...

Ah, mas você pelo menos ainda encontra um menino que te ofereça pra segurar sua bolsa. Nem isso eu encontrei ainda num ônibus :~
aiuehauiehuiha
beeijo

Irlan disse...

Que engraçado :)